<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7021268\x26blogName\x3dO+meu+ref%C3%BAgio\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://omeurefugio.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://omeurefugio.blogspot.com/\x26vt\x3d-2533552113494952939', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

life is in purple

07 outubro 2010

não acredites. pelo menos eu não quero acreditar. pensar que te podia abraçar, fechar os olhos e sentir que o mundo é perfeito. ironia do destino. quando dizia que não podia avançar com medo de sofrer, dei por mim a contar as horas para te ver. o teu sorriso ilumina qualquer escuridão que existe no meu coração.a tua alegria constante deixa-me curiosa e desejosa de sentir o mesmo... contigo.
é melhor ficar por aqui...

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

Noite

30 maio 2010

Será mais que um desabafo. Será um libertar de sentimentos que ninguém pode ou não tem tempo de os ouvir.
A vida ensinou-me que há amigos e conhecidos. Amigos passaram a conhecidos e conhecidos passaram a verdadeiros amigos. O que dizer deste encontro sugerido numa mesa de um bar? Apenas três pessoas que se conhecem e que se dão bem em todos os aspectos. De repente a agenda foi aberta para marcar um jantar onde cada um de nós ia a medo. O medo não foi preciso e deu lugar a grandes conversas e gargalhas que se ouviam fora das quatro paredes. Somos livres, e cada um com uma história de vida diferente mas com sofrimentos bem parecidos.
Estranho é reparar que existe olhares que indicam logo um desentendimento no perceber como é possível um grupo com dois elementos do sexo masculino e um do feminino. Aqui não há jogos de sedução. Apreciar a vida e saber viver acaba por ser o nosso lema. As coisas más são colocadas lá fora e brinda-mos às coisas boas. E é nisto que se deve apostar porque um dia temos o fim do jogo.

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

sim

03 maio 2010

acredito no destino. Acredito que de outra forma não te tinha conhecido. Acredito na intuição, nos olhares e nas frases acabadas. Sim, fui feliz por momentos.

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

Nova vida...

28 março 2010

Sinto que se der mais um passo caio num abismo total. Um precipício sem fim. Então, fico imóvel até arrumar cada prateleira dos meus pensamentos. O medo de avançar é tanto. É neste momento que preciso da tua mão para me levantar e seguir em frente. Mas vamos seguindo apenas o instinto, que um dia vai acabar. Vivemos da distância e da emoção. Sussurro para não me deixares agora, porque esta é a vida que quero iniciar contigo.

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

O outro lado

12 janeiro 2010

Gostava mais quando estavas envolvido num enigma. Saber mais de ti foi óptimo, mas fiquei do lado em que tudo foi feito. Agora é a tua vez. E esta expectativa deixa-me... assim sem saber o que pensar.

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

you...

03 janeiro 2010

I might have to wait
I´ll never give up
I guess it´s half´s time
And the other half´s luck
Wherever you are
Whenever it´s right
You come out of nowhere and into my life

(Michael Bublé - Haven´t Met You Yet)

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

Solta-se...

02 janeiro 2010

Agora conheço este sentimento. Tremer quando estás perto. Pensar em ti a toda a hora. Fazer planos contigo. Quero tanto isto que dói. O medo de não te ver mais, de te perder. O medo de avançar.
Começo a perder as forças para acreditar no nosso futuro. E depois... apetece-me gritar ao mundo o que sinto.

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

Espera

30 dezembro 2009

Quem espera, desespera. Mas quem espera sempre alcança.

Eu esperei,
desesperei...
e alcancei uma certa parte!

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -

Desabafo louco

28 dezembro 2009

Loucura?
Sabe bem cometer uma loucura de vez em quando.
E a mim apetece-me tanto cometer uma! xD
Tem de ser. Eu preciso!

@ Palavras perdidas de um ser (in)consciente .::. -